Arquivo da categoria ‘Poemas e Poesias’

Há Momentos

Publicado: outubro 18, 2009 em Imagens, Poemas e Poesias, Textos

moments of life

Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre.

Clarice Lispector

Anúncios

Feliz dia do amigo (:

Publicado: julho 20, 2009 em Imagens, Poemas e Poesias, Textos

88858793

Muitos são os amigos que chegam,
mas poucos são os que ficam, porque ser
amigo é mais que uma companhia,
é ser companheiro.

Ser amigo é mais que abraçar;
é passar num abraço todo o amor e carinho.

Ser amigo não é estar presente em todos os
momentos, mas fazer-se presente quando
necessário.

Ser amigo é mais do que ser otimista,
é ser convincente.

Ser amigo é mais que sair para curtir nos fins
de semana; é estar presente, tanto nos
momentos tristes quanto nos felizes.

Ser amigo não é perdoar tudo,
mas saber relevar e compreender, quando
possível, as falhas dos outros.

Ser amigo é mais que olhar junto
na mesma direção…
É olhar um para o outro,
e ver todos os defeitos e as qualidades,
e amar os amigos pelos defeitos e qualidades.

Ser amigo é se preocupar com o outro,
e não se importar em ouvir, quando está
pronto para sair, ou quer ficar sozinho:
– Vem aqui, por favor, porque estou
precisando muito de você…
E ir mesmo, com vontade de ficar para ajudar,
sem se arrepender disso.

Ser amigo é ser a esperança de alguém…
Ser amigo é ser a luz,
o guia, o protetor de alguém.

Ser amigo é ser amor,
porque ser amigo não basta gostar
ou querer bem.

Para ser amigo tem que saber amar,
e saber a pureza e a doçura da palavra amor.

Para ser amigo tem que saber se doar,
e sentir a felicidade do reconhecimento do
amigo, no olhar terno e tímido,
e no abraço forte e agradecido.

Ser amigo é sentir-se amado por amar,
e ser feliz com o amor de alguém.

Ser amigo é começar ajudando, e terminar
sendo ajudado, porque amizade é uma troca.

Ser amigo é ser o companheiro de alguém.
É ser o que faltava para que tudo seja perfeito.

Agradeço a todos os meus verdadeiros amigos por tudo que fazem e fizeram po mim.

Amo vocês.

Eu não existo sem você

Publicado: julho 19, 2009 em Imagens, Poemas e Poesias

love,beautiful,couple,kiss,sunset,man-054c66279d0bdc6414ca5037cecf8948_h

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
Eu não existo sem você

Vinícius de Moraes

Motivo

Publicado: julho 14, 2009 em Poemas e Poesias

SingingGirls_468x341

Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.

Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.

Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
mais nada.

Cecília Meireles

Adeus

Publicado: julho 4, 2009 em Poemas e Poesias

loneliness-2

Mais um adeus
Uma separação
Outra vez, solidão
Outra vez, sofrimento
Mais um adeus
Que não pode esperar.

Vinicius de Moraes / Toquinho

Despedida

Publicado: abril 26, 2009 em Poemas e Poesias

carta_despedida

Por mim, e por vós, e por mais aquilo
que está onde as outras coisas nunca estão,
deixo o mar bravo e o céu tranqüilo:
quero solidão.

Meu caminho é sem marcos nem paisagens.
E como o conheces? – me perguntarão.
– Por não ter palavras, por não ter imagens.
Nenhum inimigo e nenhum irmão.

Que procuras? Tudo. Que desejas? – Nada.
Viajo sozinha com o meu coração.
Não ando perdida, mas desencontrada.
Levo o meu rumo na minha mão.

A memória voou da minha fronte.
Voou meu amor, minha imaginação…
Talvez eu morra antes do horizonte.
Memória, amor e o resto onde estarão?

Deixo aqui meu corpo, entre o sol e a terra.
(Beijo-te, corpo meu, todo desilusão!
Estandarte triste de uma estranha guerra…)
Quero solidão.

Cecília Meireles

A Rosa e os Espinhos

Publicado: abril 25, 2009 em Poemas e Poesias

roses

Inda há dias me disseram sabiamente que toda bela rosa tem seus espinhos que espetam os dedos e alma da gente focando no peito a nascedoura semente do amor, afastando de nos o caminho.

Espinhos são, talvez, a forma de proteção contra as pragas que infestam o jardim, contra os medos que invadem o coração, contra a falta de uma maior compreensão, contra as intempéries da vida fim.

Podemos nos ater aos cardos e espinhos, ignorando a primavera em gestação, podemos fugir desviar-nos do caminho, achando melhor caminharmos sozinhos, mas não podemos enganar nosso coração.

O perfume das rosas há de sempre existir, por mais que o tentemos disfarçar.

Por mais que busquemos, em vão, nos iludir, e em outros corpos o calor do amor sentir o perfume há sempre nos fazer lembrar.

Jorge Linhaça